O momento é de autoconhecimento, interprete os sinais que a vida oferece através da psicologia, aliada a uma fisiologia, que tem por essência evolução com emoção trazendo harmonia e sabedoria.

Oferece tratamento psicológico nas seguintes áreas:

Psicodiagnóstico
Dificuldade de Aprendizagem
Transtornos Emocionais
Transtornos Comportamentais
Auto Estima
Psicoterapia individual
Orientação Familiar
Insônia
Depressão
Ansiedade
Doenças Psicossomáticas/ Enxaquecas
Síndrome do Pânico
Obesidade mórbida
Medo de dirigir para habilitados
Transtornos alimentares
Ansiedade pré e pós parto
Depressão

Trata-se de um transtorno afetivo, que traz muito sofrimento e prejuízos ao desempenho social e ocupacional a quem é acometido por ela e a seus familiares e amigos. È uma doença que mata, pois 15% das pessoas acometidas podem suicidar-se.

Por ser tratável, com uma recuperação relativamente rápida (4 a 8 semanas para a grande maioria dos casos), é importante o diagnóstico e o tratamento corretos. A depressão se expressa por queixas somáticas, como dores das mais diversas, tontura mal estares indefinidos, formigamentos, peso e vazio na cabeça ou no corpo, tremores, aperto no peito, arrepios.

Outras queixas são cansaço, falta de energia, dificuldade de concentração, isolamento social, preocupação desagradável maior que o necessário, difícil de afastar da mente. Finalmente, refere-se às queixas com conteúdo psicológico, como tristeza, angústia, irritabilidade, alteração do humor, desânimo "fossa", falta de vontade, sensibilidade, emoção e choro fácil.

O deprimido perde a capacidade de sentir prazer, o ânimo para fazer as coisas e precisa de muito esforço para executar as tarefas do dia-a-dia. Outros sintomas importantes são alteração no apetite (para mais ou para menos), perda ou ganho de peso, alteração do sono ( para mais ou para menos), diminuição da vontade sexual, agitação ou retardo psicomotor, sentimentos de desvalorização, inferioridade, incompetência, culpa, dificuldade para pensar, concentrar-se, lembrar-se, dificuldade para tomar decisões, pensamentos frequentes sobre morrer, falta de sentido para a vida. Três sintomas caracterizam a depressão grave: ideação suicida, delírios e alucinações.

Transtorno Bipolar

O episódio depressivo pode vir acompanhado de outra síndrome, antigamente conhecida por psicose-maníaco-depressiva ou PMD. No transtorno bipolar, além de períodos de depressão a pessoa apresenta fases de euforia intensa conhecida como mania. Nelas a velocidade do pensamento está aumentada, a pessoa fica logorreica (falando em excesso), excitada, contando piadas, agindo de modo inconveniente, com a libido aumentada, com menos necessidade de dormir, com sensação de bem-estar e energia. O juízo pode estar comprometido, a pessoa gasta mais dinheiro do que pode, dá coisas de presente, sente-se rica, poderosa, com uma missão especial. Além de eufórica pode ficar extremamente irritada, com baixa tolerância a qualquer frustração. Formas graves podem vir acompanhadas de fuga de ideias, delírios de grandeza e alucinações.

O transtorno bipolar apresenta subtipos o paciente pode apresentar apenas hipomania, uma fase de mania mais leve, em que às vezes a crítica é preservada. Pode ser um ciclador rápido, apresentando pelo menos quatro fases ao longo do ano, o que torna seu quadro de mais difícil controle. O transtorno bipolar é tratado com estabilizadores do humor e terapia comportamental cognitiva. Deve ser tratado por especialista, pois as fases podem ser recorrentes e cerca de 40% dos pacientes são de difícil controle.

Transtorno do Pânico

Caracteriza-se por repetidos ataques de intensa ansiedade que não se restringe a situação ou circunstância definida sendo por tanto imprevisíveis.

Os sintomas variam de pessoa para pessoa entretanto os mais comum são: palpitações, dor no peito, sensação de desfalecimento, vertigens e sentimentos de irrealidade; medo de estar morrendo, enlouquecendo ou perdendo o controle.

As crises duram alguns minutos, mas podem ser mais prolongadas. A frequência e o curso são variáveis e predominante nas mulheres.

O local, atividade ou situação em que se dá a crise passa a ser evitado.

Programa Pense Magro

As pessoas transferem a responsabilidade da epidemia de obesidade para o aumento da oferta de alimentos altamente calóricos e muito apetitosos.

Na verdade os alimentos altamente processados e as cadeias de fast-food não irão desaparecer.

Para emagrecer e se manter magro é preciso aprender auto- controle em qualquer situação alimentar incluindo restaurantes, festas, jantares com a família e os amigos.

Nosso programa fornece as ferramentas necessárias para ensiná-lo a ficar no controle mesmo quando estiver estressado, doente, atarefado ou viajando.

Nossa terapêutica inclui os aspectos médico, nutricional, psicológico e sócio cultural.

Transtorno de ansiedade generalizada (tag)

É um transtorno crônico caracterizado por preocupações irreais ou excessivas acompanhadas de diversos sintomas somáticos.

O aspecto essencial é a preocupação constante. Não é restrito a uma situação ambiental ou a um objeto específico.

O sentimento de nervosismo é acompanhado de muitas queixas somáticas como:
tremores, tensão muscular, sudorese excessiva, sensação de cabeça leve, palpitações, tonturas e desconforto digestivo. Medo de adoecer de acontecer alguma coisa negativa com familiares ou de não conseguir cumprir os compromissos financeiros.

Transtono de ansiedade social

Caracteriza-se por medo da maioria das situações de interação social e de desempenho, exemplo:
falar em público, comer e beber na frente dos outros, urinar em banheiro público, interagir com o sexo oposto, lidar com figuras de autoridade, etc.

Transtornos afetivos

A - Síndromes Depressivas:
Caracterizada por humor depressivo, diminuição acentuada do interesse ou do prazer, alteração de peso, do apetite, insônia, hipersonia, agitação psicomotora ou retardo, choro fácil, cansaço, falta de energia, sentir-se sem valor ou culpa excessiva, dificuldade para pensar ou concentrar-se. Nos casos mais graves pensamentos sobre morte ou ideias de suicídio.

B - Transtorno Bipolar:
Além de períodos de depressão a pessoa apresenta fases de euforia intensa (conhecida como mania). Nessas fases a velocidade do pensamento está aumentada, a pessoa fica excitada, contando piadas, agindo de modo inconveniente. Libido aumentada, diminuição da necessidade de dormir, sensação de bem estar e energia. Nos casos mais graves apresenta fuga de ideias, delírios de grandeza e alucinações.

Fobias

Caracterizadas por medo excessivo, persistente ou irracional na presença ou na previsão do encontro com determinado objeto ou situação.
Exemplo: medo de animal, ambiente natural (tempestade, altura, água), sangue, injeção, ferimentos, andar de transportes coletivo, túneis, pontes, elevadores, avião, dirigir, locais fechado e de contrair doenças, etc.

Estresse emocional

O indivíduo crônicamente estressado apresenta:
cansaço mental, dificuldade de concentração, perda de memória imediata, apatia e indiferença emocional; queda da produtividade e da criatividade, crises de ansiedade e humor depressivo. Diminuição da libido e risco de desenvolver problemas cardiovasculares.

Transtorno de estresse pós-traumático (tept)

Resultado da exposição humana ao trauma como, guerras, desastres naturais, ou aos mais variados abusos, como sequestro ou estupro.

A pessoa vivenciou, testemunhou, ou foi confrontada com eventos que envolveram morte ou ferimento grave. Ameaça à integridade física própria ou de outras pessoas.

Disfunções sexuais

1. Disfunção Erétil: Incapacidade persistente ou recorrente de se obter ou manter uma ereção adequada até a conclusão da atividade sexual.

2. Ejaculação Precoce: É uma queixa essencialmente psicoterápica. Ejaculação persistente ou recorrente, com estimulação sexual mínima que ocorre antes, durante ou logo após a penetração e antes que o individuo o deseje.

3. Anejaculação e Anorgasmia Masculina: Caracteriza-se pela falta de ejaculação ou grande dificuldade em ejacular durante o coito; anorgasmia está vinculada à dificuldade ou falta de sensação orgásmica no coito com ejaculação. Transtornos mais frequentes em pacientes que se submeteram à cirurgia de prótese peniana, sem acompanhamento psicológico.

4. Anorgasmia Feminina: Atraso ou ausência persistente ou recorrente de orgasmo após uma fase normal de excitação sexual.

5. Vaginismo e Dispareunia: Vaginismo é a contração involuntária, recorrente ou persistente, dos músculos do períneo, adjacentes ao terço inferior da vagina, quando é tentada a penetração com o pênis, o dedo, o tampão ou espéculo. Dispareunia é a dor genital associada ao intercurso sexual.

Terapia de casais

As dificuldades amorosas não aparecem de repente.
Geralmente demora para a conscientização do desgaste do relacionamento. Trabalhar a comunicação do casal para compartilhar experiências mutuamente gratificantes contribui para a manutenção de um relacionamento afetuoso e dedicado.

A psicoterapia dispõe de ferramentas para atingir tais objetivos através da: identificação das dificuldades individuais e de relacionamento conjugal. Investigação das queixas relacionadas a dificuldade sexual. Análise funcional das dificuldades apresentadas. Implementação de procedimentos terapêuticos visando ao ajustamento do casal.